A DANÇA DO VENTRE EM MINHA VIDA - texto da aluna Josiane Moreira

Quem um dia não se emocionou ao escutar uma música? Quem não escutou uma música e a escolheu como se fosse exatamente o que estivesse sentindo naquele momento? E tem também aqueles que, ao escutar um som, sentem o corpo pedir para entrar no ritmo. É isto que a dança do ventre faz nas pessoas, e até aquelas que não gostam muito de dançar, se envolvem nesta dança.
Eu comecei com incentivos de amigas, e já na primeira aula adorei. Você sente seu corpo em todos os movimentos, a dança faz você se sentir mais mulher, com mais controle sobre si mesma. A dança do ventre é uma arte que faz a dançarina esquecer todos os problemas do dia-a-dia e se dedicar, naquele momento, somente ao corpo.
É claro que não é fácil realizar os movimentos adequadamente quando se está iniciando e até pensamos que não vamos conseguir, que é muito difícil. Mas com a técnica certa, começa a sair o movimento, e você se vê dançando na frente do espelho, exatamente como lhe foi passado. E, aos poucos, entre um movimento e outro, você está fazendo uma coreografia linda e sensual, que te deixa muito empolgada em continuar dançando.
E acredito que além dos benefícios trazidos para o ego da mulher, o corpo também agradece, já que na correria da vida, não nos damos a atenção que deveríamos dar, ficando sem praticar nenhum tipo de exercício.
A dança do ventre é uma dança que todas as mulheres deveriam fazer, pois não sabem o bem que ela faz, purifica a alma e te rejuvenesce pelo menos uns bons anos da vida.

Obs.: este lindo texto é uma colaboração da querida aluna Josiane, muito obrigada!

Comentários

Obrigada Aziza pena que entreguei fora do prazo né...

Postagens mais visitadas deste blog

INFLUENCIAS ARABES NO BRASIL - Texto de Patricia Bencardini

COMPOSIÇÃO COREOGRÁFICA NA DANÇA DO VENTRE - TEXTO DE MELLISSA MEL

Dança do ventre - principais dúvidas