O QUE TE LIMITA?

Como professora de dança do ventre, estou sempre em contato com muitas mulheres, e algumas situações acabam se repetindo. Uma delas se dá quando a aspirante a aluna diz: "eu gostaria de fazer aula de dança do ventre, mas estou acima do meu peso". Eu gostaria de deixar bem claro isto: a dança do ventre não é para ser feita só por mulheres esculturais, padrão Gisele Bundchen. Dança do ventre é para nós, mulheres de carne e osso - nem que seja mais carne que osso. A dança do ventre pode e deve ser feita pelas mulheres mais cheinhas, sim, inclusive porque toda atividade física ajuda na queima das terríveis calorias. É como eu sempre digo: é mais fácil queimar calorias fazendo aulas de dança, do que na frente da televisão, comendo pipoca.
A outra situação é quando a mulher me procura para fazer aulas de dança, e solta a pergunta fatal: "em quanto tempo eu vou poder dançar?" Esta pergunta é terrível! Não existe fórmula para a professora saber como será o progresso de cada aluna. O aprendizado da dança varia muito, de pessoa para pessoa. Alguns movimentos que parecem fáceis para uma aluna, são extremamente difíceis para outra. Nesta hora, vale a palavra de ouro - persistência. Quem não persiste, não consegue bons resultados na dança do ventre. Você se lembra quando você era um bebê que estava aprendendo a andar? Quantos tombos você precisou dar, até aprender a se equilibrar? Muitos, com certeza, mas mesmo assim você não desistiu, não é mesmo?
A última situação é a seguinte: a mulher de 40, 50 anos, quando convidada a fazer aulas de dança do ventre, faz uma expressão "isto não é para mim, é para a minha filha". Gente, não existe idade máxima para a dança do ventre, é uma dança muito bonita, que nos acompanha por muito tempo. Se você não quer se apresentar, pode usufruir dos benefícios da dança do ventre, tais como: aumento da flexibilidade, incremento da coordenação motora, diminuição do stress, melhora na auto-estima e a redescoberta da sua feminilidade e sensualidade. Não é lindo isto? Mesmo que não seja para uma apresentação, mas é um presente seu para você mesmo!
Por tudo isto, não se deixe limitar, nunca, por estes fatores: peso, idade ou pressa. Com tempo e paciência, você consegue muitas coisas com a dança do ventre - perder peso, rejuvenescer e ser, cada vez mais, MULHER!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INFLUENCIAS ARABES NO BRASIL - Texto de Patricia Bencardini

COMPOSIÇÃO COREOGRÁFICA NA DANÇA DO VENTRE - TEXTO DE MELLISSA MEL

Dança do ventre - principais dúvidas