ENTREVISTA COM NADIA COMANECI NA REVISTA VEJA

Na Revista Veja de 28/novembro/2012, saiu uma entrevista maravilhosa com Nadia Comaneci, uma das maiores atletas da ginastica artistica. Para quem nao sabe quem foi ela, segue abaixo link da Wikipedia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nadia_comaneci

Na entrevista, ela demonstra porque foi um grande atleta - uma mistura de dedicacao, persistencia e busca da perfeicao. Segue abaixo um trecho da entrevista que eu SIMPLESMENTE AMEI!

`Nunca fui de reclamar. Se me mandavam fazer dez repeticoes da mesma serie em um aparelho, eu fazia doze. Se era para fazer doze, fazia quinze. Chegar a perfeicao eh mais do que desafiar seus limites - eh ignorar seus limites. Eh estar sempre alem deles. Acho ate graca quando as pessoas sentem pena de mim pela minha infancia de treinos duros. Falam como se eu tivesse perdido alguma coisa, e eu nao perdi nada, pelo contrario. Minha rotina de treinos era cansativa? Era. Doia de vez em quando? Doia. Mas nada na vida vem facil, e isso eu aprendi cedo. Se pudesse voltar no tempo, faria tudo do mesmo jeito. Meu pai sempre dizia que, se eu quisesse algo, deveria fazer acontecer, e soh os fortes sobrevivem. A ginastica me fez ser forte, me deu disciplina, dedicacao, obstinacao. Acho que eh por isso que me acham durona. E no fim meu corpo se desenvolveu normalmente, eu me sinto muito bem e conservada. Duvido que outras mulheres de 51 anos tenham a minha flexibilidade.`

Meninas, tudo isso que a Nadia Comaneci disse, vale para tudo na nossa vida, inclusive para as nossas aulas de danca do ventre. Como vamos dancar bem, se nao nos dedicarmos? Ninguem aprende a dancar apenas querendo. Tem de fazer aula, estudar em casa, ler textos bons sobre o assunto, ver videos. Eu ja tive aluna que disse `eu quero ser uma grande dancarina`, e fez apenas um mes de aula!!! Assim nao tem jeito! Se alguem descobrir a formula milagrosa de aprender danca do ventre por osmose, favor patentear, que vai ficar rico - rs.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INFLUENCIAS ARABES NO BRASIL - Texto de Patricia Bencardini

COMPOSIÇÃO COREOGRÁFICA NA DANÇA DO VENTRE - TEXTO DE MELLISSA MEL

Dança do ventre - principais dúvidas